Trogloditas

Assim como a natureza dos elfos foi corrompida pelo mal, da mesma forma os anões encontraram o seu algoz a partir do seu próprio sangue. Em mais um de seus planos malignos as Forças da Corrupção “involuíram” um grupo de anões, deturpando a criação, turvando suas mentes e corações e transformando-os nas criaturas bestiais que conhecemos hoje como trogloditas.

Troglodita

De fato, os trogloditas guardam muitas semelhanças em seus hábitos com os anões. Apreciam a vida subterrânea, ferramentas metálicas e até mesmo a cerveja. Isso poderia ser explicado pela proximidade entre as raças, mas registros sagrados dos anões, os quais encontrei em um templo abandonado nos arredores das Montanhas de Aço, e a aparente incapacidade intelectual dos trogloditas de reproduzir a tecnologia de outros povos próximos, como os goblins, comprova a teoria da origem comum destas duas raças. De alguma forma os trogloditas foram privados da capacidade de evoluir.

Os trogloditas vivem nos subterrâneos das Montanhas de Aço e em áreas próximas ao mar. Mantêm uma organização tribal semelhante à das primeiras sociedades anãs. Possuem técnicas rústicas de fabricação de peças metálicas, bebidas fermentadas e de escavação em rochas, sem apresentar a sofisticação destas técnicas obtidas durante os séculos pelos anões. É como se uma comunidade anã houvesse parado no tempo.

Possuem aparência reptiliana e são um pouco mais altos que os anões, alcançando cerca de 1,50m. O couro varia do verde ao marrom escuro e as presas são adaptadas aos seus hábitos alimentares exclusivamente carnívoros. As garras são cortantes e perigosas, assim como a cauda, capaz de desferir fortes golpes, como pude comprovar em um combate à beira do Oceano, em minha passagem por Stonegate.

Personagens Trogloditas

Nenhum troglodita encontrado.
Esta entrada foi publicada em e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Escreva um comentário