Halflings

Desde que trouxe a raça humana ao nosso mundo, o Iluminado sempre se manteve temeroso quanto ao destino deste povo em Morgdan. As forças corruptoras utilizaram a mesma tática e os humanos lutavam dos dois lados da Guerra. Desta forma, nada pode ter deixado o Iluminado mais feliz do que quando os filhos dos bárbaros de Mog, que lutavam em nome do mal, cansaram das atrocidades do lado negro e passaram a combater os orcs.

Halfling

Este fato é lembrado e registrado com júbilo na história da raça humana, que em certo ponto chega a se sentir responsável pelo nascimento de um novo povo: os halflings. Em seu imenso regozijo pela vitória alcançada com a conversão dos chamados “filhos dos bárbaros”, povo que acabaria dando origem às duas maiores etnias humanas em Morgdan, o Iluminado decidiu presentear o mundo com um novo povo, um povo pacífico, feito não para guerrear, mas para desfrutar os prazeres que o Iluminado despejava sobre o continente. Assim, em meio às férteis planícies do centro-sul de Morgdan, nasceram os halflings. Povo afeito à agricultura, donos da mais farta e prodigiosa culinária do mundo, mestres na fabricação do fumo.

Halflings possuem a metade do tamanho de um ser humano, olhos grandes e pés peludos. Um certo ar bonachão e o prazer pelas coisas simples da vida são facilmente encontrados nesta raça. Organizam-se em pequenas vilas, muitas vezes agrícolas e habitam tocas, extremamente confortáveis até mesmo para não halflings. Nunca se deslocaram para além das planícies onde nasceram. O Iluminado os criou para não sofrerem as agruras da Grande Guerra. Hoje as comunidades halflings se encontram no sul do continente, quase todas no interior do reino de Trenet.

Apreciam grandes festas, comida farta e boa – apreciei os melhores banquetes de minha vida em meio à comunidade halfling – música, fumo e tardes inteiras de folga. Formam, com certeza, o mais pacífico povo que encontrei em Morgdan.

Personagens Halflings

Nenhum halfling encontrado.
Esta entrada foi publicada em e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Escreva um comentário