Gnomos

Como o último povo a pisar em Morgdan, os Gnomos não chegaram a viver o auge da Grande Guerra. Criaturas, pequenas, atarracadas, ligeiras e inteligentes. Lembram os anões em seu apreço por longas barbas ou bigodes. Sua língua é rápida e cheia de nomes quilométricos.

Gnomo

Os gnomos formam a maior comunidade a atravessar o Portal de Stonegate. Segundo os registros oficiais do reino anão, mais de duzentos indivíduos atravessaram o portal. Esta comunidade rapidamente estabeleceu alianças com os anões e em pouco tempo dezenas de pequenas cidades gnômicas se espalharam pelo leste de Stonegate, região central de Avalon e norte de Longness. Todas estas cidades apresentam cultura idêntica, devido ao constante intercâmbio entre elas e ao pouco tempo de existência da raça em Morgdan – não houve tempo para que se formassem diferentes etnias como acontece à medida que indivíduos de uma mesma raça se distanciam geograficamente.

Apenas uma comunidade mantém traços culturais um pouco diferentes: a fantástica e misteriosa vila de Alderaim, no Deserto Áureo. Criada magicamente no local por razões desconhecidas por mim. Mesmo assim essa não pode ser considerada uma segunda etnia. Ela apenas apresenta aspectos pitorescos quanto à sua organização social comunitária e exagerado apreço por atividades intelectuais.

Os gnomos foram os responsáveis pela criação das mais impressionantes máquinas de Morgdan. Após sua chegada ao nosso mundo, guiados pelo Iluminado através do portal de Stonegate, juntamente com os anões construíram gigantescas máquinas de guerra que puseram fim a conflitos nos arredores das Montanhas de Aço.

Personagens Gnomos

Esta entrada foi publicada em e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Escreva um comentário